Mensagens

Preço de um bem - noção e componentes

1. Explica o paradoxo da água e do diamante utilizando os conceitos de valor de uso e valor de troca.


2. Explica o paradoxo da água e do diamante utilizando os conceitos de utilidade total e utilidade marginal.
O diamante em relação à agua apresenta maior interesse para a industria e para o artesanato, podendo  facilmente ser trocado por algo. Por outro lado, apesar da agua ser muito importante, é barata.

3. Refere três factores que influenciam a formação dos preços.

4. Comenta a importância da estrutura do mercado na formação dos preços, referindo dois exemplos de mercado concorrencial e dois exemplos de monopólio.

Euro-10º aniversário

https://docs.google.com/presentation/d/1LFQr2hwCMkXCTLv8RIeDdLCF727xE3zKrao-7USL-Ts/edit?usp=sharing

2012 – 10º Aniversário do Euro

https://docs.google.com/presentation/d/1LFQr2hwCMkXCTLv8RIeDdLCF727xE3zKrao-7USL-Ts/edit?usp=sharing

História e tipos de moeda

1. Distingue troca directa de troca indirecta.
A troca directa é quando uma mercadoria é trocada por outra mercadoria enquanto que trocaindirectaé quando uma mercadoria é trocado por dinheiro.

2. Apresenta exemplos de bens que tenham sido utilizados como moeda.
Exemplos de bens: Sal, conchas, tabaco,peixe, metais preciosos etc.

3. Define moeda-mercadoria.
Moeda-mercadoria é aquela que quando utilizamos as mercadorias como moeda de troca.

4. “Para que um bem apenas sirva como moeda, esse bem deve ser inútil”. Justifica.
Esse bem tem de ser Inutil se não será consumido.
5. Indica as características que um bem deve apresentar para funcionar adequadamente como moeda.
As características que um bem deve apresentar para funcionar adequadamente como moeda que consiste em facilitar a troca de moedas e notas;

Divisibilidade- Importante por causa dos trocos;

Durabilidade- é a resistênciadas notas e moedas e dos materiais de que são feitas;

Aceitabilidade Geral- consiste em que a moeda seja aceite em quase …

Conceito e funções da moeda

1. Apresenta um conceito de moeda.
É um bem de aceitação generalizada que se utiliza como intermediário nas trocas.

2. Explicita as funções da moeda apresentando exemplos.
. Meio de pagamento ou instrumento geral de trocas:
Serve nos atos de compra e venda funcionando como meio intermediário das trocas, desde que a quantidade de moeda permita alcançar qualquer bem ou serviço, bem como liquidar qualquer divida.
Ex:. Pagamento da conta do telefone.

. Unidades de conta ou medida de valor:
É o que permite estabelecer o valor dos bens em relação aos outros.
Ex:. Um caderno custa 1,50 euros, logo 3 cadernos custam 4,50 euros.

. Reserva de valor: 
Possibilita a conservação da moeda por algum tempo, utilizando-a mais tarde.
Ex:. comprar uma casa é necessário poupar dinheiro conversão "dinheiro" em ouro ou jóias.

Exames Nacionais de 2012 e 2013 - A produção de bens e de serviços

Imagem
PA =PT-PI                                              TD=Desempregado/População Activa*100=13%
 =8000-3000=5000

Desempregados/5000*100 =13%
Desempregados=5000*13%=
Desempregados=650








A lei que traduz a situação é a lei de rendimento decrescente.
A partir de um determinado nível de produção, mantendo fixa a quantidade de um dos factores produtivos, ir-se-ao  verificar acréscimos de produção resultantes da utilização de unidades sucessivas do outro factor produtivo (produtividade marginal)cada vez menores.












População desempregada= PA-PE= 5500-5200=300

Taxa de Desemprego= PE/PA*100= 300/5500*100= 5,5%



















PA = PAE = PT-PI= 10000-2000= 8000

8000*20%= 1600










Combinação dos factores de produção

Imagem
1. Completa a tabela e interpreta a linha correspondente a Q=4.
CUSTOS FIXOS+CUSTOS VARIÁVEIS=CUSTOS TOTAIS
55+105=160

CUSTO MARGINAL
160-130=30

CUSTOS FIXOS MÉDIOS= CUSTOS FIXOS/QUANTIDADE PRODUZIDA
55/4=13.75

CUSTOS VARIÁVEIS MÉDIOS=CUSTOS VARIÁVEIS/QUANTIDADE PRODUZIDA
105/4=26.25

CUSTOS TOTAIS MÉDIOS=CUSTOS TOTAIS/QUANTIDADE PRODUZIDA 160/4=40.00

2. Representa graficamente CT=CF+CV. Justifica a configuração das curvas.


Quanto maiores forem os custos fixos, maiores são os custos variáveis.

3. Representa graficamente a relação entre o Custo Marginal e os Custos Médios (CFM, CVM e CTM). Justifica a configuração das curvas. 



4. Indica a combinação óptima de factores correspondente aos salários de 5 ao custo da capital de 5,5 na tabela que ficou incompleta na segunda imagem deste post








5. Relaciona as economias de escala com a concentração que se verifica em muitos ramos da actividade económica: banca, automóvel, distribuição de combustíveis, distribuição a retalho, etc.
As economias de es…